CFA, IRB, MJ e MDIC lançam Cartilha sobre Recuperação Judicial de Empresas
14/08/201111:34:00
 

A Cartilha sobre Recuperação Judicial de Empresas foi pré-lançada durante o Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, realizado no auditório da Confederação Nacional do Comércio (CNC), em Brasília. O material foi produzido por meio de uma parceria entre o Conselho Federal de Administração (CFA), o Instituto Recupera Brasil (IRB), o Ministério da Justiça, e o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

O novo produto irá disponibilizar conhecimento técnico adquirido no dia a dia de um Administrador de micro e pequenas empresas do Brasil.

“Foi formada uma aliança organizacional entre os quatro órgãos (CFA, IRB, MJ, por meio da Secretaria de Reforma do Judiciário, e MDIC) para viabilizar este projeto. E o CFA não poderia ficar de fora, levando em consideração que o Administrador desempenha uma atividade essencialmente mercantil”, considera o conselheiro federal do DF e coordenador da Comissão Parlamentar do CFA, administador Rui Ribeiro de Araújo.

O guia foi feito de acordo com a aplicação da Lei 11.101/2005 em todo o País. “Trata-se de uma lei multidisciplinar, repleta de conceitos técnicos, jurídicos e financeiro-contábeis, que mereceram ser abordados de modo didático, para que proprietários de micro e pequenas empresas conseguissem compreender o tema abordado”, explica o Adm. Rui Ribeiro de Araújo.

Para o presidente do CFA, Adm. Sebastião Luiz de Mello, esta parceria é importante para a promoção e capacitação do Administrador. “O guia tem uma relevância muito grande porque evidencia o quão é necessária a presença do Administrador nas organizações de modo geral. Ele, portanto, contribuirá substancialmente para qualificar a gestão das empresas no Brasil”, afirma.

Segundo Luis Claudio Montoro Mendes, presidente do Instituto Recupera Brasil (IRB), o guia de recuperação será gratuito e a sua distribuição e divulgação ficará a cargo do Sistema CFA/CRAs. “Procuramos desenvolver um conteúdo claro e simples, evitando termos técnicos para uma melhor compreensão do público”, relata.

A abertura do evento contou também com a presença dos ministros de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel; de Estado da Justiça, José Eduardo Cardozo; de Estado da Previdência Social, Garibaldi Alves; de Estado das Comunicações, e de Estado do Turismo, Pedro Novais.

Assessoria de Comunicação do Sindasul / Com informações do CFA