Bovespa dispara e fecha o dia em alta de 4,72%
27/07/201217:36:00
 

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) disparou na tarde desta sexta-feira, 27, após rumores de que o Banco Central Europeu (BCE) prepara a retomada das compras de títulos da dívida da Espanha e da Itália. Na quinta-feira, o presidente da autoridade monetária europeia, Mario Draghi, já havia passado um forte recado de apoio à zona do euro.

O Ibovespa encerrou a sessão com alta de 4,72%, aos 56.533 pontos. No mês, a elevação acumulada é de 4,05%; na semana, de 4,35%. As praças financeiras de Nova York também operavam em alta, mas não com a mesma intensidade. Por volta das 17h20, o Dow Jones subia 1,46%, Nasdaq ganhava 2,24% e S&P 500 tinha valorização de 1,91%.

Mais cedo, as ações europeias atingiram as máximas da semana. Londres fechou em alta de 0,97%, Frankfurt ganhou 1,62%, Paris subiu 2,28% e Madri valorizou-se 3,91%.

No mercado de câmbio, o dólar fechou em leve alta de 0,05%, a R$ 2,0240.

Segundo fonte no BCE, Draghi se reunirá nos próximos dias com o presidente do Bundesbank (o banco central da Alemanha), Jens Weidmann, para discutir uma união de forças entre a autoridade monetária do bloco e os mecanismos de resgate da zona do euro para comprar títulos da dívida da Espanha e da Itália.

Diversos diretores do BCE, entre eles Weidmann, ficaram surpresos com o discurso no qual Draghi pareceu ter deixado aberta a porta para que o BCE realize novas compras de bônus. “Dentro de nosso mandato, o BCE está disposto a fazer o que for para preservar o euro e, acreditem em mim, isso será o bastante”, disse Draghi na quinta-feira.

A fonte no BCE recusou-se a confirmar quando será a próxima reunião entre Draghi e Weidmann e observou que tais “interações” entre o presidente da autoridade monetária e os 23 membros da diretoria do BCE são corriqueiras.

O Bundesbank costuma se opor a programas de compra de bônus pelo BCE por considerar que tais ações infringem os limites entre as políticas fiscal e monetária.

(Com informações da Dow Jones)


Fonte: blogs.estadao.com.br