ÔĽŅ SINDASUL - Sindicato dos Administradores de Mato Grosso do Sul

Benefícios do INSS acima do mínimo terão reajuste de 6,15%
10/01/201313:48:00
 
Os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que recebem acima do valor do sal√°rio m√≠nimo ter√£o um reajuste de 6,15% nos benef√≠cios neste ano. 

Os dados foram publicados no "Di√°rio Oficial da Uni√£o" do dia 09 de janeiro. Uma aposentadoria de R$ 1.000, portanto, ser√° reajustada para R$ 1.061,50. 

O teto pago pela Previd√™ncia ser√° elevado para R$ 4.157,05. Atualmente, o valor m√°ximo pago pela Previd√™ncia √© de R$ 3.916,20. O aumento m√°ximo, portanto, ser√° de R$ 240,85. 

Segundo c√°lculos da Previd√™ncia, o aumento para quem ganha acima do sal√°rio m√≠nimo representar√° um impacto de R$ 9,1 bilh√Ķes aos cofres p√ļblicos. 

O percentual de reajuste corresponde √† corre√ß√£o pelo INPC (√ćndice Nacional de Pre√ßos ao Consumidor), estimado pelo governo no Or√ßamento. O √≠ndice oficial ser√° divulgado amanh√£ pelo IBGE. 

Desde 2011, o governo s√≥ tem dado a corre√ß√£o da infla√ß√£o do ano anterior. O maior reajuste dos √ļltimos anos foi em 2010, com corre√ß√£o de 7,72%, em um ano de infla√ß√£o de 3,45%. 

Para aqueles segurados que tiveram o benef√≠cio concedido a partir de fevereiro de 2012, o reajuste ser√° menor, referente √† infla√ß√£o acumulada entre o m√™s de concess√£o do benef√≠cio e dezembro. Quem se aposentou em fevereiro, por exemplo, ter√° um reajuste de 5,61%. Ou seja, se recebe um benef√≠cio de R$ 1.000, passar√° a ganhar R$ 1.056,10. 

Aposentados em dezembro de 2012 ter√£o reajuste de apenas 0,69%. Veja, na segunda tabela, o reajuste para quem tornou-se aposentado ou pensionista em 2012. 

Sal√°rio m√≠nimo 
Quem recebe um sal√°rio m√≠nimo, atualmente em R$ 622, ter√° direito a um reajuste maior, de 9% (R$ 678), j√° que esse √© o aumento que o governo estipulou para o piso nacional. 

Como esse tamb√©m √© o menor valor pago pelo INSS, alguns segurados que antes n√£o recebiam o m√≠nimo passar√£o a ganhar pelo piso. √Č o caso de benef√≠cios at√© R$ 638, que ficariam abaixo do novo sal√°rio m√≠nimo com o reajuste de R$ 678. 

O impacto previsto com o reajuste dos benef√≠cios equivalentes ao m√≠nimo v√£o significar um gasto adicional de R$ 10,7 bilh√Ķes aos cofres p√ļblicos. De acordo com o INSS, esta faixa compreende cerca de 20 milh√Ķes de segurados.  

Fonte: Folha Press