Mês da Mulher: Sindasul e BPW realizam campanha de Doação de Sangue
07/03/201310:55:00
 

No mês da mulher, a BPW (Business Profissional Women) - Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Campo Grande - em parceria com o Sindasul (Sindicato dos Administradores de Mato Grosso do Sul) realizam a CAMPANHA DE DOAÇÃO DE SANGUE, com o lema “Doe Você Também”, nos dias 08 e 09 de março.

Segundo a presidente do Sindasul. Eliane Toniasso, essa é uma maneira singela de prestar homenagem às mulheres e ao mesmo tempo propiciar oportunidade para a prática do bem.


Doadora de Carteirinha
A presidente do Sindasul enfatiza que as “mulheres também doam sangue”. Eliane é um exemplo, já que possui a carteirinha de doadora. “Doar sangue, na minha concepção, é um ato de amor, pois o sangue pode ajudar a salvar a vida de alguém que eu nem conheço”, enfatiza.


Participe
A campanha é aberta a toda a sociedade MULHERES e homens. O Sindasul e a BPW estarão no Hemosul desde 08h00 até as 17h00 para receber os doadores, endereço: Av. Fernando Côrrea da Costa, n° 1304, CG/MS.

Para esclarecimentos de dúvidas ligar para BPW: 3342-4435

Critérios para doação

Documentação: Para doar sangue é preciso que você esteja munido de um documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de motorista.

Idade: Os doadores precisam ter entre 16 e 67 anos segundo a nova lei da doação de sangue aprovada em 2011. Há uma ressalva para quem tem 16 e 17 anos: o menor de idade tem que estar acompanhado de pai ou mãe ou responsável legal, ou então pode retirar na unidade de doação um modelo de declaração, levar para mãe ou pai ou responsável legal assinar e então reconhecer firma desta assinatura. Caso o menor de idade seja emancipado pode ir doar sozinho trazendo o documento de emancipação. Se for casado levar a certidão de casamento que já é suficiente para a lliberação.

Peso: 55 kg ou mais.

Intervalo de doação: homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses. Após os 60 anos tanto homens como mulheres devem obedecer o intervalo mínimo de seis meses.

Doenças que impedem a doação: doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como Doença de Chagas, Hepatite, AIDS, Sífilis. Se estiver com gripe ou alergia deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.

Medicamentos: alguns medicamentos impedem a doação. Portanto fale para o profissional de saúde que for lhe entrevistar os remédios que está utilizando.

Vacinas: As vacinas impedem temporariamente a sua doação. Por isso, aproveite para doar sangue antes de tomar a dose de vacina.

Alimentação: Não esqueça: você deve estar BEM ALIMENTADO para doar sangue. Como muitos pensam não se pode doar sangue em jejum. É diferente de quando vamos fazer exames laboratoriais de sangue, para os quais o jejum é recomendado. Mas você pode evitar alimentos com excesso de gordura quando vier doar sangue. É recomendado que se alimente bem, porém, de forma saudável.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sindasul