Junto à OAB, Sindasul articula "Dia de Caminhada pela Justiça"
16/07/201315:58:00
 

No dia 15 de julho a presidente do Sindasul, adm. Eliane Toniasso, participou de reunião com os representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, em Campo Grande MS. Na ocasião, articularam-se na organização do "Dia de Caminhada pela Justiça", que ocorrerá em 25 de julho.

Segundo a OAB, a morosidade será uma das bandeiras a ser levantada. A manifestação, que deve contar com a adesão de movimentos sociais, estudantis e diversas entidades de classe, também irá reivindicar pelo retorno do horário integral de expediente no Judiciário, que hoje tem atendimento reduzido, somente das 12 às 19 horas. Em junho, o Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu liminar para manutenção de expediente em horário integral no Judiciário na maioria dos estados brasileiros que tiveram horário alterado em 2013. Mato Grosso do Sul não foi contemplado e a OAB/MS aguarda decisão da Ação de Inconstitucionalidade (ADI) 4450, ajuizada no STF pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil. Na ação, a entidade pede a concessão de liminar para suspender uma resolução 568/10 do (TJ/MS) que alterou o horário expediente dos funcionários. A OAB/MS contestou a resolução por entender que a alteração em jornada de trabalho de servidores públicos estaduais é de competência privativa de governador de Estado.

A “Caminhada pela Justiça” terá concentração a partir das 16 horas na sede da OAB/MS, em Campo Grande, indo às ruas a partir das 17 horas. O ponto de partida será a sedda Seccional, situada à Av. Mato Grosso, 4.700