Administradores podem conquistar piso salarial nacional
29/08/201309:59:00
 

Os Administradores (as) podem ter um piso salarial nacional. No dia 29 de agosto,  a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados promove audiência pública, às 10 horas, no plenário 02,em Brasília, para debater o Projeto de Lei (PL), que dispõe sobre o piso salarial do administrador.
 

Atualmente existem dois projetos em trâmite. O PL 6.954/2010 de autoria do deputado Sandro Mabel (PMDB/GO) e o PLS 335/2013 ( Projeto de Lei do Senado), apresentado pelo senador Cyro Miranda(PSDB GO).
 

O PL 6.954/2010 está sujeito à apreciação conclusiva pelas comissões. Foi apresentado em 2010, com proposta de um piso - naquele ano -  de R$ 1.484,58.
 

O PLS 335/2013 propõe que o piso nacional de salários do Administrador seja fixado em 1º de janeiro de 2014, em R$ 4.500,00 para uma jornada semanal de quarenta horas. Atualmente, o Projeto está na Comissão de Assuntos Sociais, aguardando recebimento de emendas.
 

“Este é um momento de crucial importância à categoria, por isso é fundamental que os profissionais participem. Quem estiver em Brasília pode e deve participar da audiência pública. Ressaltamos aos Administradores (as) que estejam juntos aos seus sindicatos para fortalecer a reivindicação pela implantação do piso. Lutaremos para estabelecer um piso digno aos Administradores (a). A democracia é salutar, o valor estipulado  será uma base para os profissionais  definirem com os patrões os valores dos seus salários”, esclarece a presidente do Sindicato dos Administradores de Mato Grosso do Sul, Adm. Eliane Toniasso.

A presidente do Sindasul está em Brasilia e participa da Audiência Publica. «Buscamos apoio de outros sindicatos para elevarmos o valor do piso salarial, pois a conjuntura atual reflete outra realidade e um piso ideal seria de  mais R$5.000,00, todavia, vamos negociar em conjunto  para que a categoria tenha um piso digno, como fizemos um fórum, temos os dados e parâmetros para  pleitearmos a elevação do piso salarial nacional de forma a atender os anseios dos profissionais, que Deus e os colegas nos ajudem para o êxito desta audência que vai acontecer logo mais.»

Fonte: Sindasul