Carta Aberta Á Presidente Dilma Rousseff
21/07/201417:21:00
 

CARTA ABERTA

Á PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF

 

Sra. Presidenta da República,

O Estado de Pernambuco sempre foi conhecido historicamente pela sua luta contra as injustiças de toda sorte. Foi assim nos movimento nativistas até a abolição escravatura negra. Foi assim igualmente, toda vez que foram instalados os regimes de execução nos séculos passados no nosso país. O poço que aqui vive não pode ficar caldo e de braços cruzados quando esta diante de um contexto de desmandos. Por respirar liberdade e por dever de consciência histórica, é que chegamos até V. Exa. Para denunciar e pedir previdências urgentes contra a situação de descontrole e incompetência por que passa o Postalis.

O Postalis é o maior fundo da previdência complementar da America Latina, são mais de 120 mil empregados da Empresa Brasileira de Correios e telégrafos que contribuem mensalmente para garantir o complemento de suas aposentadorias. O futura de segurança financeira destes empregados e dos atuas 30 mil aposentados dos Correios está seriamente comprometido pela me gestão do Postalis.

Os resultados desastrosos são eloqüentes e nada é feito para estancar a sangria deste descalabro administrativo.

De 2011 á 2012, o déficif econômico-financeiro atingiu 985 milhões de reais. Em 2013 mais 936 milhões de reais foram para o rolo da contabilidade negativa. Este ano já se soma mais de 500 milhões e estima-se chegar a 1 bilhão de reais. Em quatro anos, portanto, pode-se alcançar a cifra de quase 3 bilhões de perdas.

Quem vai pagar por esta situação caótica de Postalis, Sra. Presidente.

Esta conta esta sendo quitada injustamente pelos empregados de Correios que não possuem qualquer participação na designação dos dirigentes.

A situação é de tamanha gravidade que a superintendência Nacional de previdência Complementar, a previc, avalia a intervenção do Postalis pelas contínuas irregularidades identificadas e que ficam sem respostas.

Os Correios lançaram recentemente um plano de desligamento incentivo para seus empregados, mas diante deste quadro de absoluta insegurança quem se motivará a fazê-los?

Basta de desvios e desfalques!

Basta de injunções políticas irresponsáveis e fraudulentas!

Basta de incompetência e impunidade!

Sra. Presidenta, queremos imediatamente:

   ° a substituição da atual diretoria do Postalis, todos indicados politicamente, por empregados de carreira dos Correios, como, por exemplo, ocorre na Previ, fundo dos empregados do Banco do Brasil;

  ° a auditoria independente nas contas e investimentos do Postalis para apuração de responsabilidade;

  ° a absorção dos rombos financeiros do Postalis pelos Correios e Governo Federal, únicos responsáveis pela designação formal dos diretores do nosso fundo de previdência Complementar.

 

Seu Governo ostenta o lema de que um país rico é um país sem miséria. Nisto concordamos. Miséria, porém, não representa apenas a ausência de bens financeiros e matérias para a sobrevivência. Miséria significa, de igual modo, a ausência de ética e moralidade Pública para a cidadania.

Façamos já, Sra. Presidenta, com a sua autoridade concedida pelo povo brasileiro, uma faxina administrativa no Fundo da Previdência Complementar Postalis.

 

Em defesa de um futuro digno dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios.

 

Recife, 30 de Maio de 2014

 

Empregados dos Correios da Diretoria Regional de Pernambuco

Associação dos Empregados 1712 – PE

Associação dos profissionais dos Correios – ADCAP - PE