ÔĽŅ SINDASUL - Sindicato dos Administradores de Mato Grosso do Sul

O preço do loteamento
25/08/201417:08:00
 

O postalis, dos correios, √© o maior fundo de pens√£o do pa√≠s em numero de participantes. E tudo indica que obter√° tamb√©m a primeira coloca√ß√£o em outro quesito. Entre janeiro de 2013 e junho de 2014, conseguiu gerar um rombo de R$ 2,2 bilh√Ķes, quase a metade do seu patrim√īnio l√≠quido, em torno de R$ 5,4 bilh√Ķes. O rombo √© resultado de uma gest√£o pol√≠tico que pouco serviu aos interessantes de seus 140 mil participantes, funcion√°rios de correios. √Č o pre√ßo caro (e que acaba sendo pago por terceiro) do loteamento de cargos e nos fundos de pens√£o.

Criado em 1981, o Postalis é um fundo de pensão privado, que oferece planos de aposentadoria complementar. Mesmo sendo privado, sua diretoria executivo é indicada pela estatal ( Correios), conforme previsto nos seus estatutos. E foi por essa previsão estatutária que o fundo começou a desandar. O loteamento político dos correios, promovido na ultima década pelo governo federal, não afetou apenas a administração e os correios da estatal. Contaminou também o fundo da pensão. Cuja diretoria foi loteada entre o PT e o PMDB.

Alguns investimentos do Postalis nos √ļltimos anos mostram n√£o apenas as poss√≠veis causas para o rombo bilion√°rio, mas tamb√©m a sua gest√£o ideol√≥gica. O fundo de pens√£o comprou t√≠tulos da Venezuela bolivariana, envolveu-se na negocia√ß√£o de pap√©is de Argentina Kirchnerista, investiu em a√ß√Ķes das empresas de Eike Batista e financiou, por meio da compra de deb√™ntures, duas universidades privadas (Universidade Gama Filho e UniverCidade) cujas altas dividas j√° eram conhecidas √° √©poca dos empr√©stimos e que, em 2014, foram descredenciados pelo Minist√©rio da Educa√ß√£o.

N√£o se trata apenas de uma quest√£o de m√° sorte na escolha das aplica√ß√Ķes nem tampouco de um perfil ousado de investimento. √Č uma sucessiva lista de maus neg√≥cios cujo denominador comum √© a sua conex√£o ideol√≥gica com o atual negocio. Todos esses investimentos interessavam ao PT, ainda que poucos interessassem aos contribuintes do fundo. Com t√£o ‚Äúinteressantes‚ÄĚ investimentos, os gestores do fundo conseguiram que o plano tenha atualmente uma taxa de rentabilidade de ‚Äď 2,79%.

Insatisfeitos com essa maneira de gerir os recursos do Postalis, dois membros de seu conselho deliberativo ‚Äď como noticiou o Estado (21/8) ‚Äď solicitaram em 28 de julho a exonera√ß√£o dos quatro integrantes da diretoria executiva indicados por PT e PMDB. Os dois conselheiros alegaram tamb√©m que a diretoria estaria descumprindo decis√Ķes do conselho, √≥rg√£o m√°ximo do fundo de pens√£o cuja composi√ß√£o n√£o esta totalmente nas m√£os da estatal, j√° que metade dos seus membros √© eleita pelos contribuintes do fundo de pens√£o. Entretanto, conselheiros ligados ao PT conseguiram derrubar a proposta de exonerar a diretoria, sob o argumento de que medida prejudicaria a imagem o Postalis.

Diante de insucesso da proposta de exonera√ß√£o da diretoria, foi feita uma nova tentativa para tirar o Postalis do loteamento a que vem sendo submetido. Ao ver que a m√° gest√£o dos recursos pode levar a um aumento do valor das contribui√ß√Ķes, e que h√° o risco real de que n√£o se alcance o retorno necess√°rio para as aposentadorias, a associa√ß√£o dos profissionais dos Correios, a Federa√ß√£o Interestadual dos Trabalhadores dos Correios e a associa√ß√£o Nacional dos Participantes do Postalis querem uma investiga√ß√£o da Superintend√™ncia Nacional de Previd√™ncia Complementar, vinculada ao Minist√©rio da Previd√™ncia, no Postalis. As tr√™s associa√ß√Ķes entendem que n√£o est√° em jogo apenas o futuro dos contribuintes do Postalis, mas tamb√©m os da Previ (do Banco do Brasil), do Petros (Petrobr√°s) e de outros fundos de estatais.

Infelizmente, as associa√ß√Ķes t√™m raz√£o. O Postalis n√£o √© um caso isolado, ainda que a sua atual situa√ß√£o tenha adquirido contornos t√£o dram√°ticos. N√£o ser√° hora de responder √† √≥bvia pergunta? Por que os partidos t√™m tanta sede de gerenciar as estatais e os fundos de pens√£o? Emprestar compet√™ncia administrativa n√£o parece ser a resposta.