Mais confiantes, empresários do comércio de Campo Grande aumentam investimentos
16/05/201208:24:00
 

O Índice de Confiança dos Empresários do Comércio, da Confederação Nacional do Comércio de Bens Serviços e Turismo (CNC) aponta que em Campo Grande os comerciantes ficaram mais confiantes no mês de abril e com isso os níveis de investimentos aumentaram.

 

“A redução dos juros pelos bancos foi um dos principais fatores que contribuiu para a mudança da perspectiva do empresário”, avalia o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, Edison Araújo.

 

A pesquisa mostra aumento de 4,4% no índice de confiança dos empresários de março para abril e de 7,7% nos investimentos. Um dado bastante animador é que o indicador de contratação de funcionários cresceu 11,5%.

 

Dos entrevistados, 78,8% apontaram previsão de contratar mais funcionários, sendo que 24,7% disseram que pretendem “aumentar muito” o quadro. Quanto ao nível de investimento, 61,5% dos empresários disseram que está maior e 59,4% consideram o volume em estoque adequado.

 

Melhores condições – Os empresários estão confiantes na economia brasileira, 54% dizem que melhoraram as condições da economia do País. Para as empresas maiores, com mais de 50 empregados, essa percepção é ainda mais otimista: 25% acham que as condições melhoraram.

 

Sobre a condição atual da empresa, 69% apontam melhora e as perspectivas são bastante positivas: 46,7% dizem que melhoraram muito, 42,2% dizem que melhoraram um pouco e somente 11,1% dizem que pioraram.

 

Quando questionados sobre a expectativa para o setor, comércio, esse otimismo é ainda maior: 92,9% dizem que melhoraram a expectativa. A amostra da pesquisa é de 185 empresas e o intervalo de confiança de 95%.

Fonte: Fecomércio

Foto: Banco de imagens