Startup: o ponto de partida dos projetos inovadores
21/10/201516:51:00
 

São várias as definições usadas para explicar o termo “Startup”, mas para que todos possam entender, defino como empreendedores à procura de um modelo de negócio replicável que pode ser utilizada em grande escala e lógico agregado de uma pitada a mais: a inovação.  Mas não basta ser inovador e brilhante, é necessário conquistar o sucesso, fazer o projeto dar certo e, mais importante, lucrar.

Nas palestras e eventos que participo costumo brincar: você pode até não saber o que é uma startup, mas com certeza já utilizou uma. E talvez o maior exemplo desse conceito é o aplicativo para dispositivos móveis: WhatsApp. Essa empresa nasceu de uma ideia e depois se tornou um fenômeno, necessário para a população como um todo, as pessoas viviam sem esse aplicativo mas depois de pulverizado, se tornou necessário, alcançou o sucesso e trouxe lucratividade aos autores. O aplicativo Uber é outro exemplo de sucesso que está ganhando o mundo, ou seja, um modelo de negócios que pode ser levado a qualquer lugar por meio de inovação. As startups trazem uma necessidade para a sociedade que ainda não havia sido descoberta.

Neste ambiente dominado por startups, Mato Grosso do Sul reina de forma absoluta. Lá fora, somos tidos como referência. Um exemplo evidente deste reconhecimento é que a Startup Weekend, considerada um dos maiores eventos mundiais do setor, aconteceu em Campo Grande em 2014. Na ocasião surgiram dez startups em apenas 54 horas, como a Go talent, que conecta profissionais de TI (Tecnologia da Informação) com as empresas com destaque nacional.

O nosso Estado registra cases de sucesso, como o  Social Chatter, uma plataforma de gestão e operação de campanhas de relacionamento em redes por meio de mensagens instantâneas capaz de enviar informação para grupos determinados com alto volume de contatos, já utilizado pelas maiores agências do Brasil como FSB, B!Ferraz, F.biz, Riot, Ogilvy, AG2.nurun Publicis Worldwide. Temos também aqui, startups sociais. O Vaquinha Social visa ser ponte entre instituições que precisam de doação, com o público que  deseja doar, apresentando através da plataforma on-line uma forma diferente de contribuir. O vaduko é o primeiro portal de ecommerce solidario do Brasil, onde as pessoas podem anunciar ou vender um produto, destinando parte do lucro da venda para instituições beneficentes. Outro grande exemplo é o Easy Service, aplicativo para encontrar todos profissionais de diversas áreas de faxineira a engenheiros, premiado pela UKTI (United kingdon trend & investiment) em uma Missão Internacional para Negócios inovadores no Reino Unido.

O cenário em Mato Grosso do Sul é promissor, com a internet de fácil acesso e as pessoas querendo eliminar tempo combinado a realização de eventos focados no empreendedorismo como a Startup Weekend, Startup Beer e Startup Dojo que abrem um leque de conhecimento muito grande e novas ferramentas para poder aplicar no mercado local.

Hoje tenho a honra de presidir, a Associação Sul-Mato-Grossense de Startups (StartupMS), fundada em Agosto de 2011. Somos uma entidade séria, sem fins lucrativos e que fomenta ao empreendedorismo tecnológico. Atuamos no desenvolvimento e promoção de empreendimentos inovadores em todo o estado, promovendo a integração entre Universidades, Governos e o Mercados.

A StartupMS trabalha em conjunto com empresas de tecnologia, fomentando o intra-empreendedorismo, aproximando profissionais qualificados e colaborando na transformação  de ideias viáveis em produtos rentáveis. Além disso, somos a ponte entre startups e investidores, capacitando e preparando empreendedores para apresentar seus projetos e eventualmente angariar recursos financeiros, mentoria e networking com investidores.

Temos também um importante papel nacional, representando o Mato Grosso do Sul na Associação Brasileira de Startups, defendendo os interesses do Estado nas questões relacionadas ao empreendedorismo tecnológico nacional. A juventude e os demais interessados podem procurar a StartupMS a fim de adquiri orientação, trocar ideias e dar a representatividade essencial para sua startup tornar-se forte. Atualmente, a associação possui mais de 250 membros, 100 startups, e tem atuação em seis municípios do Estado.



Fonte: Startup MS

< http://www.startupms.com.br/startup-o-ponto-de-partida-dos-projetos-inovadores/>

Data: 20/10/2015