ÔĽŅ SINDASUL - Sindicato dos Administradores de Mato Grosso do Sul

Governo vai investir R$ 6,7 milh√Ķes em centro de educa√ß√£o profissional para 1.200 alunos em Navira√≠
29/05/201208:54:00
 

 O governo do Estado concluiu a licita√ß√£o e vai come√ßar a execu√ß√£o das obras do Centro de Educa√ß√£o Profissional em Navira√≠. O governador Andr√© Puccinelli assinou a Ordem de In√≠cio de Servi√ßo nesta segunda-feira (28) e anunciou a abertura de 1.200 vagas de forma√ß√£o profissional na unidade. A previs√£o √© que o pr√©dio esteja pronto para come√ßar a funcionar em mar√ßo do ano que vem, de acordo com a secret√°ria de Estado de Educa√ß√£o, Nilene Badeca.

 Para realizar o projeto da edifica√ß√£o, o governo estadual conseguiu aprovar conv√™nio e viabilizar R$ 5,8 milh√Ķes do Minist√©rio da Educa√ß√£o, atrav√©s do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educa√ß√£o (FNDE). Al√©m disso, vai investir recursos pr√≥prios no montante de R$ 918,5 mil, totalizando R$ 6,7 mil nas obras f√≠sicas da unidade. ‚ÄúEste vai ser um centro de educa√ß√£o em n√≠vel de segundo grau e vai dar oportunidade para que 1.200 alunos aprendam uma profiss√£o‚ÄĚ, afirmou o governador.

 A Secretaria de Estado de Educa√ß√£o tem uma avalia√ß√£o pr√©via, mas a defini√ß√£o de quais cursos ser√£o oferecidos vai depender de um levantamento de demanda na regi√£o, para atender a real necessidade de Navira√≠ e munic√≠pios vizinhos na oferta de emprego. ‚ÄúVamos oferecer a forma√ß√£o de acordo com o mercado‚ÄĚ, explicou a secret√°ria Nilene Badeca.

 O prefeito de Navira√≠ considerou este um dos mais importantes investimentos realizados pelo Estado no munic√≠pio. ‚ÄúVai profissionalizar muitas pessoas em diversas atividades. Ser√° muito importante‚ÄĚ, avaliou Zelmo de Brida.

 Esse modelo de centro tamb√©m vai ser constru√≠do em Dourados e Chapad√£o do Sul. Os processos licitat√≥rios j√° est√£o em conclus√£o e os recursos a serem aplicados s√£o semelhantes aos de Navira√≠. Al√©m disso, anunciou Puccinelli, em outros seis munic√≠pios o governo vai construir escolas para ensino regular, mas que tamb√©m poder√£o oferecer ensino t√©cnico: Dourados, Tr√™s Lagoas, Ponta Por√£ (Fazenda Itamarati), Bataguassu, Nioaque (em um assentamento) e Amambai. Nesse segundo modelo de projeto, cada unidade tem custo estimado de aproximadamente R$ 3,2 milh√Ķes, conforme a SED. O investimento tamb√©m √© fruto de conv√™nio com o FNDE.

Fonte: Not√≠cias MS 

Foto: Edemir Rodrigues